Viagens de Estudo

NACIONAIS

Rotas e Caminhos de Dança e Música Tradicional

Rotas e Caminhos é um espaço formativo que se constrói com base na vivência de repertórios tradicionais de Dança e Música. Esta é uma experiência proporcionada através de Viagens que fortalecem o reconhecimento da indissociável relação entre a Cultura, a Vida e os territórios geográficos, ambientais e humanos de Portugal.

Promove-se o contacto com a singularidade e a pluralidade de expressões culturais regionais através do contacto com a Dança / Música e os seus múltiplos enfoques no quotidiano rural e urbano e a (re)descoberta de raízes, histórias e caminhos identitários.

Resgatar heranças culturais, equivale a apreciação de saberes que trazem para o primeiro plano o papel da convivialidade, da partilha e da celebração. O espaço lúdico e agregador criado pela Dança / Música tradicional é uma fonte de vivências e aprendizagens que estimulam capacidades corporais, relacionais e artísticas e fomentam o sentido de participação e pertença.

A primeira edição do projeto consistiu na realização de uma Viagem de Estudos para Miranda do Douro, entre os dias 12 e 15 de Julho de 2016, na qual participaram os alunos do 2º / 3º Ciclo e Secundário.

INTERNACIONAIS

Intercâmbio Cultural entre Escolas de Dança

Realizadas anualmente envolvem os alunos do curso vocacional. Tem como objetivo promover o contacto com escolas e outras estruturas ligadas à dança e o intercâmbio com outras culturas. Pretende-se com estas viagens de estudo:

• Proporcionar o contacto com outras instituições ligadas ao ensino vocacional de dança, como forma de estimular e favorecer a opção artística dos nossos alunos e alargar os horizontes da sua formação;

• Proporcionar aos jovens em formação, o acesso a cursos em diferentes vertentes técnicas com professores estrangeiros, estimulando o aperfeiçoamento artístico;

• Favorecer o intercâmbio entre os alunos da Escola e alunos de outras instituições, como forma de conhecimento de diferentes realidades da formação artística;

• Proporcionar aos professores da escola o conhecimento de outras experiências artístico-educacionais e o intercâmbio de informações pedagógicas;

• Promover o convívio, o intercâmbio e o conhecimento de outras realidades culturais.

VIAGENS DE ESTUDO REALIZADAS

• Arnhem (Instituto de Artes de Arnhem)
• Biarritz (Malandain Ballet Biarritz)
• Bruxelas (Conservatório de Belas Artes)
• Budapeste (Conservatório Nacional de Dança)
• Buenos Aires – Argentina (Asociación Arte y Cultura )
• Fortaleza (Espetáculo e Intercâmbio com a Instituição EDISCA)
• Gdansk (Conservatório Nacional de Dança)
• Geneve (Escola de Dança Beatriz Consuello)
• Kiev (Conservatório Nacional de Dança)
• Livorno (Participação nos Encontros Internacionais de Dança, Percorsi 92 e Percorsi 93)
• Madrid (Real Conservatório Mariemma)
• Marselha (Escola Roland Petit)
• Milão Regio Emilia (Aterballetto – Fondazione Nazionale della Danza)
• Montreal (Jeune Ballet du Quebec)
• Nova York (Centro de Dança STEPS)
• Paris (Institut International de Danse Janine Stanlowa)
• Paris (Menagerie du Ver – Centro de Dança)
• Porto Seguro (Apresentação da Kale Companhia)

 

• Praga (Conservatório Nacional de Dança e Duncan Center)
• Riga (Escola Estatal de Dança de Riga)
• Tallin (Conservatório Nacional de Dança)
• Valencia (Conservatorio de Danza de Riba Roja)
• Varsóvia (Conservatório Nacional de Dança)
• Vassouras (“Comemorações dos 500 anos dos Descobrimento do Brasil”)
• Wuppertal (Tanztheater Wuppertal Pina Bausch)
• Alemanha – Pina Bausch
• Portugal – (Miranda do Douro) – “Rotas e caminhos pela Dança e música tradicional portuguesa”
• Fortaleza (Instituição EDISCA – Apresentação de espectáculo e intercâmbio)
• Arnhem – Holanda :
– Dance Performance (para alunos que querem seguir a carreira  de bailarino, com base nas técnicas de Dança Clássica e Moderna)
– EDDC (European Dance Development Center) (para alunos interessados na carreira de bailarino ou  coreógrafo)
– The Teacher Training Curse for Dance (para alunos interessados na docência no âmbito da Dança)